Osteoartrite: doença degenerativa é comum na terceira idade

0
299
Dra. Karine Kefler, reumatologista do Centro Médico São José.

Queixa de dor articular é principal sintoma para diagnóstico;

Mais conhecida como artrose, a osteoartrite é uma doença articular degenerativa causada, na maioria das vezes, pelo envelhecimento. A doença afeta a cartilagem, promovendo um desequilíbrio no processo de reparação e degradação, resultando em fissuras e tendo como consequência a dor e a falência estrutural e funcional das articulações. “Ocorre, principalmente, porque o envelhecimento induz a alterações nas estruturas articulares, especialmente na cartilagem, tornando-a menos resistente e mais propícia à doença”, explica Dra. Karine Kefler, médica reumatologista do Centro Médico São José de Cerquilho (SP).

De acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia, a doença representa cerca de 30% a 40% das consultas em ambulatórios médicos, sendo responsável ainda, segundo dados da Previdência Social, por 7,5% de todos os afastamentos do trabalho, além de a quarta enfermidade a determinar a aposentadoria.

Seu diagnóstico é realizado por meio do histórico clínico do paciente e de análise física associados aos exames radiológicos. Contudo, de acordo com a médica especialista, o principal sintoma é a queixa de dor nas articulações. “Existem critérios clínicos e radiológicos predefinidos por sociedades internacionais de reumatologia que também auxiliam no diagnóstico e na classificação da doença”, pontua.

A osteoartrite atinge em maior número as mulheres, com o passar dos anos. Porém, o sexo masculino não está imune. “Existem muitos fatores relacionados, sendo o mais conhecido deles o envelhecimento. A obesidade também age como fator biomecânico, pela sobrecarga nas articulações, em especial, nos joelhos. Em caso de trauma ou uso excessivo de uma articulação, também pode ocorrer, pois qualquer desalinhamento, ou instabilidade articular, pode gerar ou agravar a doença”, detalha. Ainda segundo Dra. Karine, igualmente devem ser levados em consideração os fatores genéticos, a menopausa, entre outros causadores.

Tratamento e prevenção

A osteoartrite é considerada uma doença crônica. Sendo assim, o tratamento é multidisciplinar e direcionado à melhora clínica e funcional. De acordo com a reumatologista do Centro Médico São José, é divido em:

– Tratamento não farmacológico, que envolve a informação ao paciente (que é primordial para que ele participe ativamente do tratamento), orientações quanto à ergonomia ocupacional e doméstica, realização de atividades físicas adequadas e acompanhadas por profissional, sessões de fisioterapia específicas para cada caso e uso de órteses e próteses, quando indicado;

– Tratamento farmacológico, ou seja, incluindo o uso de medicações, dentre elas: analgésicos, anti-inflamatórios e medicamentos modificadores da evolução da doença;

– Tratamento cirúrgico, quando há falha do tratamento clínico ou em casos com grave dano estrutural.

“A prevenção acontece à medida que interferimos nos fatores causadores da doença, combatendo a obesidade, as lesões traumáticas ou lesões por uso excessivo, melhorando as condições articulares com atividade física regular, observando e ajustando a ergonomia nos ambientes de trabalho e doméstico, dentre outros”, finaliza Dra. Karine.

O Centro Médico São José fica na Avenida Presidente Washington Luiz, 392, Centro, em Cerquilho. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (15) 3288-4848, pelo site: www.centromedicosaojose.com.br ou pelo Facebook: www.facebook.com/centromedicosaojose.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA