7 Dicas sobre Seguro DPVAT

O seguro DPVAT, mesmo sendo obrigatório e pago todos os anos por quem possui veículos, ainda é um completo mistério para a maioria das pessoas.

Isso se deve muitas vezes pela falta de informação que possuímos acerca deste seguro, uma vez que algumas pessoas pagam ele e nem sabem ao certo para que ele serve.

Entretanto, tanto quem possui veículos quanto que não possui tem direito a este seguro ao se envolver em um acidente envolvendo veículos automotores terrestres, desde que você seja a vítima, é claro.

Desta forma, separamos sete dicas sobre o seguro DPVAT para sanar algumas dúvidas e ajudar a você saber se tem ou não direito de receber o mesmo.

Afinal, o que realmente é o seguro DPVAT

O Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre é o seguro que todas as vítimas de acidentes automotores possuem direito.

Ele é pago todos os anos juntamente com outro imposto obrigatório para donos de veículos, o IPVA. Desta forma, o valor do seguro já está incluído na sua parcela do IPVA.

Este seguro acoberta apenas as vítimas, ou seja, se você foi o causador do acidente não terá direito a recebê-lo.

Também, o mesmo não possui a finalidade de assegurar bens materiais, como o veículo, mas sim apenas de indenizar as vítimas de acidentes ou seus dependentes.

Quem tem direito a recebê-lo

Como falamos no início do texto quem possui direito ao seguro DPVAT são apenas as vítimas do acidente envolvendo um veículo automotor.

Assim, se você foi atropelado neste caso há direito sim a se receber o seguro, só não haveria se você tivesse sido atropelado por uma bicicleta, por exemplo.

Também, outro fator que faz a pessoa não ter direito a receber o seguro é quanto esta é causadora do acidente comprovadamente.

Saiba que o seguro DPVAT que indeniza as vítimas e não cobre qualquer tipo de dano material causado ao veículo.

Dicas sobre Seguro DPVAT

E no caso de morte da vitima

 

Nos tristes casos em que a vítima venha a falecer, o seguro DPVAT irá indenizar cônjuges e filhos da mesma.

Basta dar entrada no seguro com os documentos que comprovem o parentesco e com o boletim de ocorrência do acidente, como também o laudo do IML.

o que o seguro DPVAT cobre

Além de indenizar familiares das vítimas em caso de morte, o seguro DPVAT também restitui valores gastos com médicos e medicamentos em decorrência do acidente.

Porém, é preciso ressaltar que o seguro se restitui os valores com despesas médicas que o SUS não cobre, assim como os medicamentos.

Em caso de invalidez, total ou parcial, o seguro DPVAT também indeniza a vítima, onde o valor varia de acordo com a gravidade em que se encontra a pessoa.

É complexo o sistema de entrada no seguro?

Não, para se dar entrada no seguro DPVAT é algo consideravelmente simples e que qualquer pessoa pode realizar sem necessitar do auxílio de um advogado.

Basta ter em mão seus documentos pessoas e o laudo médico que comprovem a invalidez causado pelo acidente.

No caso de restituição de valores gastos com despesas médicas, será preciso que você guarde todos os comprovantes dos seus gastos com médico e remédios.

O acionamento do seguro pode ser feito por telefone ou pelo próprio site do seguro DPVAT, sem qualquer complicação.

Os valores pagos pelo seguro DPVAT

Os valores pagos pelo seguro variam de acordo com a gravidade do acidente, por exemplo a indenização em caso de morte é o valor mais alto pago pelo mesmo.

Para se ter uma ideia, em caso de óbito da vítima os valores pagos chegar até R$ 13.500,00, já nos casos de invalidez os valores vão depender se esta é total ou parcial.

Já o reembolso com despesas com medicamentos e médicos, chega até o valor de R$ 2.700,00 restituído à vítima.

Até quanto tempo posso acionar o seguro

Saiba que você pode acionar o acidente até três anos após o acontecimento do mesmo, ou seja, se você sofreu um acidente no passado você ainda pode acionar o seu seguro.

Não perca esse direito seu como cidadão, com estas dicas ficara muito mais fácil de entender o processo e dar entrada no seu seguro DPVAT se caso necessário. Qualquer outra dúvida deixe nos comentários!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *