Category Archives: Carros

Tabela FIPE: Como consultar a tabela FIPE?

Tabela FIPE

Se você possui um automóvel e deseja vendê-lo ou quer adquirir um automóvel é extremamente importante que consulte o valor médio de mercado do produto em questão na Tabela FIPE. Mas você sabe o que é essa tabela?

Tabela FIPE

A tabela FIPE foi criada em 1973 foi pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, que tem como objetivo o apoio ao Departamento de Economia da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA-USP).

A tabela é utilizada no meio automotivo, para calcular o preço médio de um veículo. Tendo como principal finalidade servir como um recurso, para parâmetros de negociações e avaliações de veículos.

A tabela é atualizada mensalmente com valores de mercado, utilizando os valores indicados do Documento Único de Transferência, o DUT. Entretanto os valores não são fixos e existem fatores que podem interferir na negociação que ela não leva em conta, como o estado de conservação do automóvel.

Outro ponto importante com a Tabela FIPE é como consultar. A seguir vamos explicar para vocês como realizar a consulta na tabela para conhecer o valor de mercado do automóvel de seu interesse, seja para compra ou venda.

Como consultar a Tabela FIPE?

No site da Tabela Fipe é possível realizar a consulta em quatro categorias: marcas, carros, motos e caminhões. Todas as consultas podem ser realizadas de forma gratuita e quantas vezes você desejar. Começaremos a explicar como consultar tabela FIPE pela categoria de marcas, e seguiremos explicando como realizar a consulta em todas as categorias disponíveis.

Você escolhe a opção “TABELA FIPE POR MARCAS”, após selecionar a opção da marca que deseja comprar ou vender, você escolhe uma opção dentre as que surgirão para a pesquisa (nesse momento surgirá três abas na tela, você pode realizar a partir desse ponto a pesquisa por carros, motos ou caminhões).

Em seguida aparecerá em sua tela, o valor médio do carro que deseja. Além do valor você verá o mês de referência desse valor, o código do automóvel na tabela, marca, modelo, ano e o combustível que ele utiliza.

As outras categorias existentes seguem o mesmo padrão de busca dessa primeira, todos apresentarão os resultados contendo as mesmas informações, o que irá alterar é os dados de cada automóvel pesquisado.

Agora que você já sabe como consultar a tabela FIPE, fica muito mais fácil negociar a compra ou venda daquele automóvel que tanto deseja. Como já dito anteriormente, ela serve de base e existem outros fatores que podem interferir diretamente no valor de um automóvel. Pesquise e veja as condições em que está o automóvel de seu interesse, caso seu objetivo seja vender, procura deixar o automóvel em questão da melhor forma possível, para que se valorize seu valor. E caso seu intuito seja comprar, olhe e analise bem as condições do veículo de seu interesse, o estado de conservação que ele se encontra tem grande peso em seu valor.

Emitir IPVA: Como emitir o IPVA do seu veículo

Emitir IPVA Como emitir o IPVA do seu veículo

Saber como emitir IPVA, é uma prática crucial para qualquer motorista que deseja ter a tranquilidade de circular com o seu veículo nas estradas. Diante da importância de manter esse imposto regularizado, o governo tem investido em mudanças que tornam a sua emissão mais acessível e simples.

Atualmente, não há mais a necessidade de se deslocar até os órgãos públicos ou esperar o imposto pelos Correios. Quer saber mais sobre essas mudanças? Então, continue lendo esse post para descobrir a melhor maneira de como emitir o IPVA do seu veículo. Acredite, você irá se surpreender com a facilidade desse processo.

Emitir IPVA Como emitir o IPVA do seu veículo

Emitir IPVA: entenda o que é esse imposto

Aprender como emitir IPVA, principalmente após as últimas atualizações, tornou-se algo muito importante para qualquer proprietário de veículo. Contudo, antes de saber como realizar isso na prática é importante saber o que é esse imposto.

De maneira geral, o  Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) é uma  estadual, cobrada anualmente. O valor da alíquota varia, entre 1% a 6%, de acordo com cada estado e tipo de veículo.

O pagamento correto desse imposto, garante que o motorista possa circular pelas estradas brasileiras. Isso, sem correr o risco de ter o seu veículo apreendido ou sofrer sanções tributárias.

Ademais, metade do valor arrecadado com o IPVA é destinado ao município no qual o veículo foi emplacado. A quantia correspondente ao Estado é reaplicada em ações públicas nas áreas de saúde, educação, infraestrutura e segurança pública.

Contudo, para conseguir aproveitar todos os benefícios que a regularização do IPVA proporciona é importante, que esse imposto seja devidamente recolhido antes da data do seu vencimento.

Principais alterações no pagamento do IPVA

A partir deste ano, o boleto para pagamento desse imposto não será mais encaminhado ao endereço dos contribuintes. Pelo contrário, é necessário fazer a sua emissão por meio de sites eletrônicos oficiais.

Essa alteração teve como principal objetivo, oferecer mais comodidade e segurança aos proprietários dos veículos. Principalmente, pelo fato de reduzir os riscos dos boletos serem extraviados e ocasionar o atraso nos pagamentos e irregularidades tributárias.

Para manter esse imposto em dia, confira abaixo o passo a passo de como emitir IPVA do seu veículo.

Como emitir IPVA do veículo: passo a passo completo

O primeiro passo para que o contribuinte possa emitir o seu IPVA, é acessando os sites oficiais da Sefaz ou Detran, do seu respectivo estado. Normalmente, eles disponibilizam uma seção específica para esse respectivo imposto.

Após encontrar essa seção, é importante ter em mãos os principais documentos do veículo. Pois, para a geração do boleto é necessário informar dados como:

  • Número da placa do veículo
  • Número do RENAVAM

Em seguida, o contribuinte terá a opção de gerar um boleto unificado, com duas opções de pagamento: Cota única, nesse caso o valor do imposto é cobrado em uma única parcela, com desconto; ou pagamento parcelado em até quatro vezes.

Após o pagamento integral desse imposto, o contribuinte garante a liberação do Certificado de Registro de Licenciamento de Veículos (CRVL). Através dele, o veículo pode circular livremente pelas rodovias brasileiras.

Todo esse procedimento, pode ser realizado através do computador, smartphone, tablet e demais dispositivos móveis, que tenham acesso a internet. Essa é uma das maiores comodidades geradas por essa nova modalidade de emitir IPVA.

Vale a pena destacar, que não é necessário imprimir nenhum tipo de boleto de pagamento. Caso, o contribuinte tenha conta bancária pode realizar o pagamento online diretamente do aplicativo do internet banking da sua agência.

Atenção! Agora que você sabe como emitir IPVA tornou-se um processo mais simples e prático, é crucial que você mantenha o seu pagamento devidamente regularizado. Essa é a garantia de que não serão aplicadas taxas e multas de atraso no futuro e de que o seu veículo pode circular pelas estradas brasileiras.

Ademais, o pagamento em dia desse imposto garante que o Estado realize importantes ações para garantir o bem-estar e segurança da população.

É importante ressaltar, que os carros e motos que possuem os seus impostos devidamente regularizados, são mais fáceis de serem vendidos. Sem dúvida, essa é uma das maiores vantagens para manter o IPVA do seu veículo em dia.

Tabela Fipe Carros: para que serve a tabela fipe e qual é a sua importância

tabela fipe carros-para que serve e qual sua importancia

Quando se trata de compra e venda de veículos a um preço justo, muitos proprietários já sabem para onde recorrer: tabela Fipe Carros. Mas você sabe o que é e por que ela é tão importante?

Fundada em 1973, a FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) é uma organização privada, sem fins lucrativos e que se tornou de suma importância na negociação de veículos.

Sua função é avaliar os preços praticados no mercado automobilístico e fornecer um valor médio para a compra e venda de carros novos ou usados.

tabela fipe carros-para que serve e qual sua importancia

Entenda, neste artigo, como funciona e para que serve a tabela Fipe Carros. Acompanhe!

Para que serve a tabela Fipe Carros?

O processo de compra ou venda de carros usando a tabela Fipe torna a negociação um pouco melhor, visto as burocracias, como pagamento de impostos, tributos, além da manutenção.

Quem não quer pagar mais caro ou vender seu veículo por um valor irrisório, pode e deve fazer uso da tabela Fipe, que possui os valores médios dos carros no mercado nacional, disponibilizados mensalmente.

Como funciona?

O que a tabela Fipe Carros faz é encontrar a média entre os valores mais baixos e mais altos do mesmo veículo (ano, marca e modelo) praticados no mercado de automóveis dentro do território brasileiro.

A tabela não leva em consideração todas as especificações do veículo, como itens de fábrica, equipamentos, acessórios e outras características que podem encarecer ou baratear o carro.

Vamos supor que você procure na tabela Fipe Carros por um caminhão usado da Volkswagen, ano 2018, e seu preço médio seja R$ 125.000,00. Esse é o valor que pode ser cobrado para o caminhão usado, a menos que ele possua muitas características adicionais e esteja em ótimo estado de conservação.

Neste caso, é válido atribuir os fatores de correção, desde que o preço não seja muito acima nem abaixo da média. Porém, se o seu caminhão usado passou por modificações, ou seja, não é original de fábrica, os valores da tabela não se aplicarão a ele.

Exemplo de consulta na tabela Fipe Carros

Para consultar o preço médio do seu carro, basta acessar o site da tabela Fipe →clicar em Índice e Indicadores →Preço Médio de Veículo →escolher uma das opções de consulta (Carros e Utilitários Pequenos, Caminhões e Micro-ônibus, Motos).

Em “Consulta de Motos”, vamos dar o exemplo de uma moto Honda, modelo CG 150 FAN Esi/ 150 FAN Esi FLEX (ano 2013).

  • Mês de referência: setembro de 2018
  • Código Fipe: 811101-4
  • Marca: HONDA
  • Modelo: CG 150 FAN ESi FLEX
  • Ano Modelo: 2013
  • Autenticação: 1np1zxbbk2q
  • Data da consulta: dia, mês e ano

Não importa se o seu negócio é comprar ou vender, a tabela Fipe Carros é uma ótima referência para a venda e, principalmente para não ser enganado durante a compra do veículo.

Agora que você já sabe a importância da tabela Fipe para carros e para que ela serve, precificá-los ficou ainda mais fácil e seguro.

7 Dicas sobre Seguro DPVAT

O seguro DPVAT, mesmo sendo obrigatório e pago todos os anos por quem possui veículos, ainda é um completo mistério para a maioria das pessoas.

Isso se deve muitas vezes pela falta de informação que possuímos acerca deste seguro, uma vez que algumas pessoas pagam ele e nem sabem ao certo para que ele serve.

Entretanto, tanto quem possui veículos quanto que não possui tem direito a este seguro ao se envolver em um acidente envolvendo veículos automotores terrestres, desde que você seja a vítima, é claro.

Desta forma, separamos sete dicas sobre o seguro DPVAT para sanar algumas dúvidas e ajudar a você saber se tem ou não direito de receber o mesmo.

Afinal, o que realmente é o seguro DPVAT

O Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre é o seguro que todas as vítimas de acidentes automotores possuem direito.

Ele é pago todos os anos juntamente com outro imposto obrigatório para donos de veículos, o IPVA. Desta forma, o valor do seguro já está incluído na sua parcela do IPVA.

Este seguro acoberta apenas as vítimas, ou seja, se você foi o causador do acidente não terá direito a recebê-lo.

Também, o mesmo não possui a finalidade de assegurar bens materiais, como o veículo, mas sim apenas de indenizar as vítimas de acidentes ou seus dependentes.

Quem tem direito a recebê-lo

Como falamos no início do texto quem possui direito ao seguro DPVAT são apenas as vítimas do acidente envolvendo um veículo automotor.

Assim, se você foi atropelado neste caso há direito sim a se receber o seguro, só não haveria se você tivesse sido atropelado por uma bicicleta, por exemplo.

Também, outro fator que faz a pessoa não ter direito a receber o seguro é quanto esta é causadora do acidente comprovadamente.

Saiba que o seguro DPVAT que indeniza as vítimas e não cobre qualquer tipo de dano material causado ao veículo.

Dicas sobre Seguro DPVAT

E no caso de morte da vitima

 

Nos tristes casos em que a vítima venha a falecer, o seguro DPVAT irá indenizar cônjuges e filhos da mesma.

Basta dar entrada no seguro com os documentos que comprovem o parentesco e com o boletim de ocorrência do acidente, como também o laudo do IML.

o que o seguro DPVAT cobre

Além de indenizar familiares das vítimas em caso de morte, o seguro DPVAT também restitui valores gastos com médicos e medicamentos em decorrência do acidente.

Porém, é preciso ressaltar que o seguro se restitui os valores com despesas médicas que o SUS não cobre, assim como os medicamentos.

Em caso de invalidez, total ou parcial, o seguro DPVAT também indeniza a vítima, onde o valor varia de acordo com a gravidade em que se encontra a pessoa.

É complexo o sistema de entrada no seguro?

Não, para se dar entrada no seguro DPVAT é algo consideravelmente simples e que qualquer pessoa pode realizar sem necessitar do auxílio de um advogado.

Basta ter em mão seus documentos pessoas e o laudo médico que comprovem a invalidez causado pelo acidente.

No caso de restituição de valores gastos com despesas médicas, será preciso que você guarde todos os comprovantes dos seus gastos com médico e remédios.

O acionamento do seguro pode ser feito por telefone ou pelo próprio site do seguro DPVAT, sem qualquer complicação.

Os valores pagos pelo seguro DPVAT

Os valores pagos pelo seguro variam de acordo com a gravidade do acidente, por exemplo a indenização em caso de morte é o valor mais alto pago pelo mesmo.

Para se ter uma ideia, em caso de óbito da vítima os valores pagos chegar até R$ 13.500,00, já nos casos de invalidez os valores vão depender se esta é total ou parcial.

Já o reembolso com despesas com medicamentos e médicos, chega até o valor de R$ 2.700,00 restituído à vítima.

Até quanto tempo posso acionar o seguro

Saiba que você pode acionar o acidente até três anos após o acontecimento do mesmo, ou seja, se você sofreu um acidente no passado você ainda pode acionar o seu seguro.

Não perca esse direito seu como cidadão, com estas dicas ficara muito mais fácil de entender o processo e dar entrada no seu seguro DPVAT se caso necessário. Qualquer outra dúvida deixe nos comentários!

Vantagens de contratar o rastreador Ituran

Seu carro é um grande investimento que você fez para facilitar a vida da sua família, deste modo ele deve ser protegido.

Com um trânsito cada vez mais perigoso, onde carros são roubados até mesmo durante o dia possuir um rastreador veicular é muito mais que um luxo e sim uma necessidade.

O rastreador Ituran é uma das opções que você pode instalar em seu carro para deixá-lo protegido, não somente quanto a roubo, mas também contra qualquer outro problema que possa acontecer com você no trânsito.

Desta forma, preparamos este texto para você conhecer as principais vantagens de se instalar este rastreador em seu veículo.

Rastreador Ituran

Tecnologia importada Ituran

Os rastreadores veicular da Ituran contam com uma moderna tecnologia de ponta importada de Israel.

Este detalhe faz com que este rastreador tenha uma das melhores taxas de recuperação do mercado em caso de roubo ou furto de veículos automotores.

Com números tão significativos de recuperação a Ituran se torna uma excelente opção principalmente para quem vive em grandes centros. Uma vez que os números de roubos e furtos nestes locais tendem a ser mais altos.

Porém, mesmo se você viver no interior não se preocupe, pois, a empresa conta com uma ampla abrangência de monitoramento em todo Brasil e está em busca de sempre avançar mais.

Você não sai no prejuízo

Um dos principais medos das pessoas ao contratar um rastreador veicular é que mesmo com esta proteção o veículo pode não ser localizado.

Na Ituran, o cliente não sai no prejuízo caso seu veículo não seja encontrado, já ela reembolsa de forma integral todos os valores que o cliente pagou até então com o rastreador.

Monitoramento 24 horas

Com a Ituran seu veículo está protegido 24 horas por dia, além de a empresa conta com uma ampla equipe de atendimento sempre pronta a te atender em qualquer horário.

Um roubo pode acontecer em qualquer hora do dia, deste modo você precisa de um rastreador que te dê essa facilidade de atendimento.

Também, outra facilidade é que você mesmo pode rastrear e localizar o seu veículo diretamente do seu computador, notebook ou até mesmo celular, já que a empresa conta com aplicativo para dispositivos móveis.

E tudo isso com planos acessíveis e que podem ser moldados de acordo com o seu perfil de uso do veículo.

Cobertura básica da Ituran

Mesmo na cobertura mais básica de seu serviço a Ituran não deixa a desejar oferecendo uma ampla gama de serviços aos seus clientes.

Além da cobertura quanto roubo ou furto convencional, caso seu veículo esteja sendo usado por outra pessoa ele continua sobre a segurança do rastreador.

Também, em caso de acidentes caso haja danos materiais ao seu veículo a empresa irá te amparar com os gastos.

E caso algum acessório do seu veículo seja roubado como radio, kit gás ou entre outros, os mesmos também entram na proteção contra roubo e furto.

Todos esses serviços fazem parte apenas da cobertura básica, imagine a cobertura adicional que você pode conseguir com a Ituran.

Coberturas adicionas

A empresa conta ainda com uma série de coberturas adicionais que você pode contratar para proteger ainda mais o seu veículo, além do rastreador Ituran.

Como, em caso de acidente onde apenas o terceiro se machucou a empresa irá cobrir gastos médicos, com exames e medicamentos do mesmo.

Também, há cobertura para o carro do terceiro onde a Ituran irá cobrir todos os gastos com reparos e conserto.

Agora para proteger você e seu patrimônio, em casos de acidentes graves onde haja mais de 75% de perda do veículo, a empresa garantirá 100% de indenização.

Também, caso nos casos de roubo ou furto onde o veículo não foi localizado, a Ituran restituirá 100% do valor do mesmo de acordo com a tabela Fipe vigente.

Lembrando que estes são serviços adicionais que a Ituran oferece, mas que valem super a pena de serem adquiridos, uma vez que dão maior segurança financeira para você.

Seu veículo foi um investimento caro, desta forma vale a pena disponibilizar um pouco mais de dinheiro para ter uma maior proteção.

E você possui um rastreador veicular? Lembre-se que imprevistos podem acontecer a qualquer um e ter uma segurança e com quer contar nestes casos para localizar o veículo faz toda a diferença.

BMW: Conheça um pouco mais sobre a marca e formas de deixar o seu carro BMW mais seguro

A BMW é a maior referência na fabricação de veículos automotores do planeta. Exemplo de qualidade e segurança, a BMW ainda oferece potência e tradição na produção de seus carros e motos. Então, você que está pensando ou procurando alternativas de seguro para sua BMW merece conhecer um pouco mais sobre a marca, tão famosa e tão cobiçada.

Seguro para BMW

Um pouco da história da BMW

 

Na época de sua fundação em 1.916, a companhia originada na cidade de Munique iniciou sua produção de motores de avião. O objetivo da empresa era fabricar motores que permitissem voar a maior altura possível. E foi mantendo esse pensamento que a trajetória da BMW se deu, com voos cada vez mais alto em suas empreitadas no mercado.

Proibida de produzir aviões pelo Tratado de Versalhes, que limitava a produção industrial da Alemanha após a 1ª Guerra Mundial, a BMW teve que reduzir drasticamente a produção de motores.

A situação da atividade industrial da BMW só volta a normalizar em 1.951, quando os modelos produzidos na década de 50 fizeram muito sucesso nas vendas. Inclusive, até hoje é possível achar exemplares daqueles modelos em excelente estado de conservação, o que confirma sua durabilidade.

 

BMW é líder em segurança

 

A preocupação da BMW com a segurança e durabilidade vem desde sua fundação e ainda hoje é um dos pilares da marca BMW. O tempo de uso de um BMW é superior às outras marcas devido à excelente engenharia utilizada na fabricação dos automóveis da companhia. Isso tudo é levado em conta pelas seguradoras na hora de fazer um seguro para BMW e no momento de definir o montante de sua apólice.

As seguradoras observam alguns aspectos do carro como o estado atual de conservação, a expectativa de vida útil do modelo, a reputação e confiabilidade da marca, o modo de utilização pelo motorista, a quantidade total de quilômetros rodados, entre outros.

A junção de todos esses fatores define o valor total a ser coberto em caso de eventuais acidentes e transtornos com o veículo, o prêmio de seguro, a mensalidade ou anuidade.

 

Adquirindo um seguro para BMW

 

A contratação de um seguro para o seu automóvel pode incluir ainda alguns opcionais, como empréstimo ou aluguel de carro reserva, que é quando a seguradora deixa um carro substituto com o segurado para se locomover enquanto é feita a análise do dano ou o conserto do automóvel.

Existem grandes vantagens de se ter um seguro para BMW assegurando o seu carro contra qualquer dano acidental, casos de roubo ou furto, quebra no meio da rodovia, entre outros. Um quesito importante para se observar ao fazer um seguro é a cobertura, pois, nem todas as apólices vão cobrir eventos acidentais causados por eventos naturais, como uma árvore caindo em cima do carro.
Assim sendo, é bom se certificar de que o seguro para sua BMW inclui todos os aspectos importantes para proteger o seu carro e facilitar seu acionamento em casos de imprevistos.

Os veículos da BMW são de qualidade, bonitos, duráveis e modernos, mas não dê chance ao azar. Garanta que o seu esteja inteiramente coberto pelo seguro para BMW antes de qualquer eventualidade acontecer.

Conheça mais sobre carros aqui.